Maças e tomates verdes preservam os músculos

Aproximadamente 1 em cada 3 adultos com 50 anos ou mais sofrem de sarcopenia, uma perda progressiva de massa muscular e força, o que pode afetar a energia e a capacidade de realizar atividades diárias. Christopher Adams, da Universidade de Iowa (EUA), e colegas, exploram a causa da fraqueza muscular relacionando a idade e a […]

Aproximadamente 1 em cada 3 adultos com 50 anos ou mais sofrem de sarcopenia, uma perda progressiva de massa muscular e força, o que pode afetar a energia e a capacidade de realizar atividades diárias.

Christopher Adams, da Universidade de Iowa (EUA), e colegas, exploram a causa da fraqueza muscular relacionando a idade e a atrofia, descobrindo o primeiro exemplo de uma proteína que provoca fraqueza muscular e a perda durante o envelhecimento.

Compostos de maçãs e tomates verdes podem ajudar os músculos para manter a massa e força

De acordo com o estudo, a proteína, ATF4, é um fator de transcrição que alteram a expressão do gene no músculo esquelético, causando a redução da síntese de proteínas do músculo, força e massa. Os pesquisadores também identificaram dois compostos naturais de ácido ursólico e tomatina, encontrados nas maçãs e tomates verdes, e que reduzem a atividade ATF4 no músculo esquelético envelhecido.

A equipe alimentou ratos já adultos e com fraqueza muscular devida a idade e atrofia, e com uma dieta contendo ou ácido ursólico 0,27 por cento, ou 0,05 por cento tomatina por dois meses. Os cientistas descobriram que ambos os compostos aumentaram a massa muscular em 10%, e mais importante ainda, o aumento da qualidade do músculo, ou força, por 30%.

Os autores do estudo elucidam a ATF4 como um mediador crítico de fraqueza muscular relacionada com a idade e a atrofia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2014-2021. Portal da Nutrição Estética.