O corpo humano é algo complexo e milagroso e não existiria sem a contínua renovação celular. Quando estamos doentes, no entanto, os processos regenerativos são substituídos por processos degenerativos. Os medicamentos à base de drogas tendem a ser a solução mais popular no mundo de hoje, mas eles usam produtos químicos que impedem o nosso corpo de regenerar-se, em contrapartida, existem caminhos muito mais simples e seguros, como uma dieta adequada.

Veja cinco tecidos corporais que podem ser regenerados por meio da nutrição:

Nervos: Há uma enorme quantidade de compostos naturais que oferecem efeitos de regeneração de nervos. Por exemplo: mirtilo, chá verde, e carnosina podem promover a regeneração de células-tronco numa doença neurodegenerativa.

Suplementos de curcumina podem ajudar a tratar lesões nervosas e pavimentar o caminho para a regeneração de tecidos danificados.

Fígado: A glicirrizina presente em alcaçuz estimula a regeneração da massa e a função do fígado que sofreu hepatectomia.

Hormônio: Hormônios flutuantes podem ocorrer devido ao estresse crônico, má alimentação ou estilo de vida inapropriado, acúmulo de substâncias tóxicas, entre outros. Os principais hormônios no corpo de uma mulher, por exemplo, são estrogênio, progesterona e testosterona. Esses hormônios fazem o seu caminho através da corrente sanguínea, facilitando alterações necessárias para as funções corporais e regulando os sistemas vitais do corpo.

A vitamina C pode ser um excelente complemento ou alternativa para a terapia de reposição hormonal, Ela regenera o estrogênio, a progesterona e a testosterona.

Célula cardíaca : Embora normalmente se pensa que tecidos cardíacos não podem ser regenerados, pesquisas indicam que já existem, de fato, substâncias capazes de estimular a formação de células progenitoras cardíacas e que podem distinguir em tecido cardíaco de vegetação rasteira. Por exemplo, resveratrol, antioxidante presente no vinho tinto, pode regenerar células-tronco cardíacas adultas.

Cartilagem: A curcumina é bem conhecida pelas suas propriedades anti-inflamatórias poderosas que auxiliam no tratamento de lesão da medula espinal (especificamente logo após a lesão).

O resveratrol promove, significativamente, a recuperação de dorsal, função neuronal após a lesão da medula espinal devido à sua ação antioxidante, anti-inflamatória e propriedades anti-apoptose.

Sabemos que a nutrição é um dos melhores caminhos para ter uma boa saúde e uma vida mais longeva. O corpo humano pode se regenerar por si só basta termos bons conhecimentos do que indicar aos nossos pacientes, seja em questões alimentares, bons hábitos de vida, bons tratamentos e deixa-los livres de remédios.

Pós Graduação Envelhecimento Saudável e Antiaging

Deixe aqui seu Comentário

Loading Facebook Comments ...